Espada de São Jorge

Características

Esta planta de origem africana também pode ser chamada de língua de sogra, espada de ogum, rabo de lagarto ou Sanseviéria trifasciata, os nomes populares derivam de sua forma alongada, sua grande resistência e também de seu veneno que pode ser letal, o que gera alguns trocadilhos com sogras.

Geralmente é cultivada graças a aparência de suas folhas que apresentam contornos brancos, além da crendice popular de que essas plantas, assim como as “Comigo Ninguém Pode”, espantam o mau olhado. Elas apresentam também algumas pequenas flores que aparecem brevemente de ano em ano na planta adulta, porém de tão pequenas que são, muitos acreditam que essa planta não é florífera e se assustam quando chega a época de sua floração.

Como Cuidar

Esta é uma planta de enorme resistência, podendo sobreviver bem a falta d’água, sol direto e épocas de frio, portanto não será difícil fazer com que ela cresça saudável sempre. Basta que cultive-a em lugar de boa luminosidade, independente de ser luz direta ou indireta, solo adubado com um pouco de fertilizante orgânico e regas esporádicas para que o solo não fique seco por completo, geralmente em dias alternados é suficiente.

Fotos em "Espada de São Jorge":

    Flávio Lino disse:

    Há uma propriedade terapêutica nessa planta? E o veneno dela? Até que ponto esse veneno é perigoso?

    Milena disse:

    Tenho um caso com spadas de São jorge que ja deram varias vezes flores mas agora esta crecendo uma bolinha laranja no “galho” que secou das flores. Sera que voces sabem me flar sobre essa bolinha que se parece com um pequeno fruto? Obrigada!

    ANDERSON disse:

    gostaria de saber se corta-las elas cresce novamente ?

Deixe um comentário

Evite colocar links, emails, palavrões ou qualquer tipo de conteúdo ilícito no seu comentário ou não será aprovado. Nosso site é apenas de carater informativo e não uma loja, não pergunte preços. Desculpe pelo incomodo.