Cuidar > Plantas > Medicinais > Guaco

Guaco

Por:

O guaco é uma planta tradicionalmente usada pela medicina alternativa para tratar diversos males como gripe, rouquidão, tosse, bronquite, infecção na garganta entre outros problemas que atingem o sistema respiratório.

Esta planta pertence à família das compostas e é nativa das regiões Sul e Sudeste do Brasil, sendo encontrada desde o Rio Grande do Sul até o estado de São Paulo, não exigindo muitos cuidados e por isso sendo encontrada facilmente em diversas regiões desses estados, inclusive em hortas caseiras.

É composta por folhas simples com formato oval e simples, e atinge geralmente até 15 centímetros de altura e 7 de largura. Suas flores são hermafroditas e possuem coloração branco-creme.

O guaco é bastante cultivado em pequenos jardins e hortas devido ao seu efeito medicinal, já que a planta possui efeito expectorante e broncodilatador, sendo de grande valor para tratamento de gripes, viroses e outras doenças sazonais sem ter que utilizar medicamentos sintéticos.

Outra vantagem da planta é que ela é aromática, possuindo um cheiro agradável e intenso que, segundo a tradição popular, mantém as cobras afastadas. As folhas também costumam ser usadas em algumas regiões do Brasil para curar picadas de animais peçonhentos (usando uma pasta feita com as folhas esmagadas), no entanto, isto não é aconselhado pois é preciso saber exatamente qual antídoto aplicar em caso de picadas, por isso é sempre importante procurar um médico ou posto de saúde.

Cultivo

Muitas pessoas cultivam o guaco devido a suas propriedades medicinais, ao seu aroma e também pela facilidade de cultivo, já que a planta floresce bem e não precisa de cuidados específicos para se manter saudável e bonita.

È uma das melhores plantas para se ter em casa, devido à utilidade já que atua no tratamento de doenças relativamente comuns, como as doenças que atacam o sistema respiratório. Desta forma o guaco tem bastante uso, compensando tranquilamente o tempo gasto no cultivo e manutenção de sua muda.

Para plantar o guaco é necessário escolher um local com clima ameno – ou estufas com temperatura controlada. É um arbusto cheio de ramos e cresce semelhante a uma trepadeira, mas precisa de suporte para isso.

O guaco também precisa de luz solar direta para crescer e se desenvolver bem, por isso o ideal é plantá-lo ao ar livre ou em jardineiras onde possa ser levado para tomar ar e sol sempre que necessário.

O melhor tipo de solo para plantar o guaco é o arenoso e com bastante matéria orgânica. O plantio geralmente é realizado usando estacas feitas do caule da planta (o caule deve apresentar pelo menos dois nós).

A plantação de guaco não precisa de muitos cuidados, sendo que não é necessário adubar frequentemente. O adubo usado deve ser o feito com húmus de minhoca. O solo deve se mantiver úmido, portanto é importante ter cuidado com a irrigação, mas é preciso ter cuidado para não encharcar o local.

Assim que a planta enraizar, deve ser mudado para outro lugar que possua suporte, mas quem cultiva deve possuir o cuidado de providenciar apoio para esta planta.

Depois de crescida a planta pode ser usada para fins medicinais, através de chás ou emplastos. Geralmente isto ocorre após seis meses do plantio. As partes utilizadas para fins medicinais são as flores e as folhas, que podem ser usadas para fazer chás.

    carlos disse:

    gostei da exolicação, eu tenho uma parreira de guaco em casa como fazer mudas., voces podem me explicar.
    fico agradecido se for atendido.
    obrigado.

Deixe um comentário

Evite colocar links, emails, palavrões ou qualquer tipo de conteúdo ilícito no seu comentário ou não será aprovado. Nosso site é apenas de carater informativo e não uma loja, não pergunte preços. Desculpe pelo incomodo.