Manacá da serra

Plantas > Árvores > Manacá da serra

O manacá da serra, cujo nome cientifico é Tibouchina mutabilis é originário do Brasil, mais especificamente da Mata Atlântica sendo uma árvore de grande beleza.

È uma arvore que se popularizou muito rápido entre os paisagistas devido ao fato de apresentar um florescimento belíssimo, com cores fortes e belas formas. Além disso a arvore é pequena atingindo no máximo 12 metros de altura, sendo que seu tronco possui apenas 25 centímetros de diâmetro.

Suas folhas apresentam coloração verde escura, e suas flores são grandes e duráveis, com cores fortes e vistosas. Quando florescem as flores apresentam coloração branca, mas depois assumem um tom rosa até amadurecer completamente e ficar com a cor violeta.

O fato de passar pelas três cores antes de amadurecer faz com que essa planta seja muito apreciada em plantações com fins ornamentais, pois deixa o jardim todo colorido e bonito. As flores aparecem no verão, e os frutos desta arvore no outono.

Outra vantagem que o Manacá da Serra apresenta para o paisagismo é que sua planta é pequena e não possui raízes invasivas, então pode ser plantado em calçadas ou espaços diminutos, nos quais outras árvores não se desenvolveriam.

O crescimento desta planta é rápido e a arvore possui também uma variedade anã, que é muito usada em pequenos jardins ou canteiros pois possui apenas 3 metros de altura e floresce mais cedo, apresentando suas primeiras flores já com um ano e meio.

Devido ao fato de possuir bom porte arbustivo deve ser plantada isoladamente ou em pequenos grupos. A variedade anã floresce no inverno e também pode ser plantada em vasos.

Cultivo

Esta árvore precisa de sol pleno para se desenvolver e um solo extremamente fértil e enriquecido com matéria orgânica. O solo também deve ser drenável. Como esta planta é típica de regiões tropicais gosta de ambientes úmidos portanto deve ser regada constantemente, tomando cuidado entretanto para não encharcar o solo e afogar a planta.

Devido ao fato de precisar de muito sol o ideal é plantar em locais com incidência solar direta, ou em jardineiras ou vasos (a variedade anã) que possam ser posicionados em local que bata sol durante o ano, evitando deixar esta planta em locais sombreados durante muito tempo.

O plantio pode ser realizado através de sementes, alporques ou estacas, sendo que a variedade anã só pode ser plantada através das técnicas de estaquia e alporquia (técnica que consiste em plantar um pedaço de uma planta adulta, preservando suas características) do contrário a planta pode atingir o tamanho natural da planta, que pode ser até quatro vezes maior do que a variedade anã.

O solo pode ser adubado com matéria orgânica, ou com adubo orgânico encontrado facilmente em lojas especializadas em jardinagem. A adubação deve ser realizada com frequência se o solo for pobre em nutrientes.

Como cresce rapidamente esta planta não demanda muitos cuidados, embora precise de manutenção como regas e adubações dependendo do tipo de solo. Mas como é uma planta extremamente ornamental, os cuidados valem a pena.

Além disso esta planta pode ser usada para proteger o solo devido ao fato de crescer em poucos anos, e também devido ao fato de que se regenera rapidamente, sendo uma espécie forte.

Seguindo essas dicas para o cultivo do Manacá da Serra a planta vai crescer bonita e deixar o local em que foi plantado lindo!

106 comentários sobre “Manacá da serra”

  1. Ola…o meu manaca esta com uns bichinhos verdes nos galhos e os mesmos estao ficando enferrujados e amarelados…que produto posso passar?, obrigada

  2. Tenho um pé de manaca da serra ela floriu por dois anos , mas estou percebendo que ela esta com galhos secos poucas folhas e flores, o que fazer?

  3. Ola…tenho um manaca em vaso e tem aparecido uma especie de po preto, parecendo fuligem e as folhas com isso, ficam amareladas…o que poderia ser?, obrigada

  4. Bom Dia! Tenho uma arvore de Manacá, moro no rio grande do sul . os galhos estão todos secos,sem flôres o que posso fazer para não perder essa àrvore lindíssima.

Deixe uma resposta