O que são suplementos alimentares?

Saúde > Alimentação > O que são suplementos alimentares?

Suplementos alimentares são compostos de base natural, produzidos quimicamente, que são utilizados para complementar a alimentação. Fornecem, geralmente, vitaminas, carboidratos, sais minerais e proteínas. Em razão do acelerado ritmo de vida, estresse e do alto consumo de produtos industrializados em detrimento do consumo saudável (ocasionado pela busca de maior praticidade), os suplementos tornam-se naturalmente necessários e devem ser tomados sempre com prescrição médica para que o composto consumido esteja de acordo com o tipo físico e limitações de cada organismo.

A suplementação alimentar deveria ser utilizada apenas para suprir déficits nutricionais, mas se popularizou entre atletas profissionais e praticantes de atividades físicas para reposição de perdas decorrentes dos exercícios e aumento de desempenho.

No meio esportivo, os suplementos podem ser caracterizados como:

Dietéticos: equivalentes aos alimentos em relação aos nutrientes contidos, podem ser consumidos facilmente durante a atividade. Entre eles podemos citar as bebidas esportivas, os vitamínicos, os multivitamínicos, os suplementos de origem mineral e os a base de cálcio, as refeições líquidas e os suplementos com alto teor de CHO.

Auxiliadores ergogênicos: contém substâncias que não fazem, necessariamente, parte da demanda nutricional e tem como objetivo aumentar e otimizar a performance. São recomendados a atletas que realizam treinos intensos e competem em níveis profissionais; vitaminas, álcool, hormônio do crescimento, creatina e cafeína são possíveis auxiliadores.

Precauções

A grande diferença entre os dois tipos de substâncias é que um apenas fornece os nutrientes que poderiam ser obtidos naturalmente por meio da alimentação e o outro altera os processos metabólicos e/ou genéticos de uma forma diferente da dos alimentos.

Consultar um médico antes de iniciar o uso de suplementos é essencial para garantir que os exames necessários sejam realizados e que nenhuma substância potencialmente nociva seja ingerida. Deve-se ainda atentar aos nutrientes presentes e à frequência com que as doses devem ser consumidas para que problemas como cardíacos e renais sejam evitados. O uso irresponsável de suplementos pode causar ainda: insônia, fadiga, taquicardia e dores no corpo.

Os suplementos alimentares não devem, salvo em casos muito específicos, ser consumidos por adolescentes porque, além de estarem em fase de crescimento, não estão preparados para absorver satisfatoriamente tal carga nutricional e podem sofrer atrasos de desenvolvimento.

Os consumidores de suplementos que participam de eventos ou competições esportivas devem estar atentos à composição real do produto uma vez que a linha entre substâncias proibidas e permitidas é tênue; muitos atletas importantes já foram condenados por doping sem saber que consumiam estimulantes de desempenho vetados.

Principais tipos de suplementos

Suplementos Hipercalóricos

Compostos por carboidratos e aminoácidos essenciais (aminoácidos não produzidos por nossos organismos), possuem alto valor energético.

Suplementos Hiper-proteicos

São compostos por aminoácidos essenciais e auxiliam na formação muscular.

Suplementos Termogênicos

Estimulam o metabolismo e colaboram para a perda de gordura corporal e peso.

Suplementos Antioxidantes

Por possuírem nutrientes antioxidantes, ajudam na “limpeza” do organismo de elementos como os radicais livres (agentes do envelhecimento precoce e possíveis causas de doenças como o câncer).

Suplementos Polivitamínicos e Minerais

Recomendados a pessoas com deficiência nutricional que necessitam de complementação de minerais e vitaminas diariamente.

Suplementos Hormonais

Por estimularem a produção hormonal e serem facilmente encontrados para venda, devem ser usados com extrema cautela e acompanhamento médico.

Um comentário sobre “O que são suplementos alimentares?”

Deixe uma resposta