Pera

A árvore da pera, a pereira, é natural de regiões mediterrâneas da Europa e da Ásia. A maioria das espécies cultivadas, pois existem milhares de variedades, descendem da família das Rosáceas e o seu nome científico é Pyrus communis. De acordo com pesquisas arqueológicas, os resultados mostram que o cultivo da pereira existe desde 3.000 anos a.C. (antes de Cristo). Trazida por imigrantes para o Brasil, a árvore se adaptou nas regiões sul e sudeste do país. A árvore contém um dos frutos mais importantes para as regiões temperadas do país.

A pereira se desenvolve bem em climas frios, como no inverno, suportando até -20º C, para produzir os frutos. Cresce em solos limosos, sãos, arejados e profundos. Possui uma raiz profunda e seu tronco é grosso, forte e de coloração acinzentada com a casca fendilhada. Ela é uma árvore piramidal com folhas ovais e as flores são brancas, quais se agrupam e formam corimbos de 9 a 11 flores. Elas são hermafroditas, ou seja, cada flor tem os dois sexos. O fruto é denominado pomo, tem forma e cor variável, embora, normalmente alongado e de cor verde ou amarela, com poucas sementes que são negras e pequenas.

No Brasil o cultivo das árvores tem sucesso na região Sul e, em menor escala, em áreas acima de 600 metros de altitude no Espírito Santo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. A floração roxa da árvore ocorre entre os meses de maio e junho. Também é comum na região leste de Minas Gerais o crescimento de plantas, mais conhecidas como “Folha de bolo”.

A pereira começa a frutificar com 3 ou 4 anos e continua produzindo até cerca de 30 anos. No Brasil, o florescimento acontece em agosto e setembro, e as frutas, normalmente, de fevereiro a março. A árvore é plantada em espaços de sete por sete metros em uma disposição das mudas no terreno em forma de retângulo, triângulo ou quadrado. Ela pode alcançar os 20 metros de altura e viver aproximadamente 65 anos, embora em plantações comerciais estes valores se reduzam consideravelmente. Nas plantações comerciais é comum encontrar árvores de pequeno porte, para facilitar as práticas culturais e a colheita.

Para o plantio da pereira são necessários alguns cuidados. Na preparação do terreno o ideal é escolher uma área livre de restos vegetais e pedras. A partir disso, fazer uma subsolagem, aplicar calcário no solo, arar a terra incorporando o calcário. Com a terra já preparada, poderão ser abertos buracos de tamanho adequado para acomodar as raízes. A muda deve ser mantida na posição vertical e distribuir suas raízes dentro da cova, eliminando o ar, através de uma leve compactação do solo com o pé. Depois aplique o enxerto na terra, sendo importante enterrá-lo na mesma profundidade que estava no viveiro. Será necessário fazer uma bacia em volta da muda plantada e, por cima dela, aplicar uma camada de palha. Isso ajudará a manter a umidade em torno da muda. A irrigação da pereira deve ser feita com 5 a 10 litros de água. Após algum tempo, colocar uma estaca sem atingir as raízes e amarrar a muda sem enforcar. Deixar a estaca até a muda se fixar na terra.

14 comentários em “Pera”

  1. tenho um vaso que só coloco semente de frutas nasceu dois pé que já esta com 10cm tem folhas branca no centro amarela bem pequinha e frutinho preto tamanho de uma ervilha o que é .acho que pode ser uma fruta venenosa

Deixe uma resposta